quinta-feira, 17 de junho de 2010

Sobre ser ou não ser...

Postado por Apenas Lane às 10:31 PM

Lendo uma postagem que minha amiga Raquel fez sobre ser gordinha ou não, sobre auto estima e o fato de ser gordinha atrapalhar em algo na nossa vida, (http://makemeupcrew.blogspot.com/2010/06/minha-opiniao-sobre-o-post-de-ontem.html) acredito que isso depende muito de quem é ou nao gordo.Falo a palavra GORDO(a) sem nenhum medo de parecer agressiva.



Por que as pessoas quando querem falar que alguém está acima do peso, ao invés de falarem que fulano está GORDO comentam apenas que estão "fortinhos", "gordinhos", "fofinhos"?



Ao longo do tempo a palavra gordura vem carregada de sentidos como aberração, anormalidade, feiura e não vejo por esse lado.



Sou GORDA desde pequena, e nem por isso me senti inferior a Sr ninguém pelo meu excesso de gostosura. Apesar de também desde que me entendo por gente ter que aprender a lidar com a maldade das pessoas e de me lembrar de quando era pequena chegar chorando em casa porque as outras crianças faziam músicas mega maldosas ao fato de  ser gorda como "Passou um avião dizendo que a Elaine é um bujão", entre outras canções mega amigáveis, mas com o tempo aprendi a me amar assim como sou e procuro fazer meus amigos que estão acima do peso se aceitarem como são. Afinal de contas acredito que o legal é a diferença...



Convivo com pessoas que tem tudo pra se sentirem lindas e maravilhosas porque se encaixam no atual padrão de beleza, mas mesmo assim se sentem inferiores e não sei quem... e percebo o seguinte: Pessoal, não adianta nada você se arrumar por fora , fazer trocentas plásticas e tratamentos estéticos se você não estiver bem consigo mesmo. Acredito que a mudança vem de dentro para fora e não de fora para dentro. Não é de se estranhar que o nosso país é um dos que lidera o mercado de plásticas e tratamentos estéticos.A apelação da mídia para tal acontecimento não é algo alheio a ninguém,e se a pessoa não tiver uma opinião firme de seu valor "entra na faca" diversas vezes sem pensar nas consequências!



Então ser gordinho, magrinho demais (sim, conheço pessoas magras que gostariam de ser mais gordinhos),baixinho ou altinho , ter sardas, ou ser branco ou negro é o legal de cada um! Já pensou se todos fossem igualzinhos igual a gente brinca a respeito dos chineses e japoneses? Que coisa mais sem graça não é??? Nada contra os orientais, falei deles só para ilustrar meu raciocínio.Acho os japonesas muito lindas!Parecem até umas bonequinhas!


A Bíblia e todas as religiões que conheço e já ouvi falar fala do amor ao próximo como a si mesmo... agora pensa comigo... como amar alguém do jeito nos amamos se a maioria nem aprendeu a se amar ainda????

Deus é tão perfeito que fez cada um com sua marca única no mundo! Você pode até achar alguém parecido comigo, mas nunca irá achar uma Elaine igual... tem coisa mais maravilhosa do que isso???



Você já parou pra pensar porque existe a saudade??? Porque você sente falta de determinada pessoa e não de uma que se parece com ela???? Porque essa pessoa tem características únicas que só ela tem!!! E ninguém mais!!!!



Fica esse desabafo para que você pare para pensar:


- Eu venho me amando como deveria?

- Tenho cuidado de mim, das coisas que gosto, ou sempre penso nos outros primeiro?

- Como posso fazer para melhorar a visão que tenho de mim mesma e ajudar as pessoas a minha volta com problemas de auto estima??


Uma musica para criança que eu adoro porque fala para todos nós o que realmente somos!!!

1 comentários:

Raquel Ferreira on 18 de junho de 2010 00:08 disse...

Ate eu que sou macumbeira amo essa musica...
Mandou bem viu amiga...
E eu não acho a palavra gordo ofensiva, so acho que gordinho é mais charmoso....
Igual pesso magra, é magrelinha..rs
Te amo e to com saudades, pq vc é do jeito que é e ninguem que parece com vc te substitui

Postar um comentário

E vocês meninas o que acham? Comentem!