quarta-feira, 6 de janeiro de 2010

Explicação pelo sumiço e falando sobre depressão!

Postado por Raquel Ferreira às 11:54 AM
Oi meninas como vcs estão?
Bom eu vou bem(eu acho) espero que vcs estejam bem.
Bom vim explicar o pq do sumiço....
Tive um final e inicio de ano um tanto quanto complicado!


Ex no meu pe, mãe no meu pe, estou dodoe e acho que estou entrando em depressão de novo.
Não tenho animo pra NADA!
Quase não saio da cama e qndo saio é pra ir pra cama do namorado...rs
Eu tenho depressão diegnosticada des dos 6 anos! E o meu medico diz que é genetica...

O que é Depressão:
De uma maneira bem simples, seu cérebro é formado por células (neurônios) que "se comunicam" através moléculas chamadas Neurotransmissores e que esses Neurotransmissores não estão "circulando" como deveriam.

"Um estudo científico mostra que a propensão a desenvolver a depressão depois de experiências difíceis é influenciada pelos genes.
Pessoas com a versão genética mais "frágil" têm o dobro de chances de sofrer de depressão, quando comparadas a pessoas que têm os genes mais resistentes à doença."

Diferentes tipo de depressão
Basicamente existem as depressões monopolares (este não é um termo usado oficialmente) e a depressão bipolar (este termo é oficial). O transtorno afetivo bipolar se caracteriza pela alternância de fases deprimidas com maníacas, de exaltação, alegria ou irritação do humor. A depressão monopolar só tem fases depressivas.

  
Depressão no paciente com câncer
A depressão costuma atingir 15 a 25% dos pacientes com câncer. As pessoas e os familiares que encaram um diagnóstico de câncer experimentarão uma variedade de emoções, estresses e aborrecimentos. O medo da morte, a interrupção dos planos de vida, perda da auto-estima e mudanças da imagem corporal, mudanças no estilo social e financeiro são questões fortes o bastante para justificarem desânimo e tristeza. O limite a partir de qual se deve usar antidepressivos não é claro, dependerá da experiência de cada psiquiatra. A princípio sempre que o paciente apresente um conjunto de sintomas depressivos semelhante ao conjunto de sintomas que os pacientes deprimidos sem câncer apresentam, deverá ser o ponto a partir do qual se deve entrar com medicações.
Existem alguns mitos sobre o câncer e as pessoas que padecem dele, tais como"os portadores de câncer são deprimidos". A depressão em quem tem câncer é normal, o tratamento da depressão no paciente com câncer é ineficaz. A tristeza e o pesar são sentimentos normais para uma pessoa que teve conhecimento da doença. Questões como a resposta ao tratamento, o tempo de sobrevida e o índice de cura entre pacientes com câncer com ou sem depressão estão sendo mais enfocadas do que a investigação das melhores técnicas para tratamento da depressão.


Sintomas mais comuns da Depressão (nenhum paciente tem todos os sintomas de uma vez):
  • Tristeza, desânimo, apatia (às vezes agitação), falta de alegria, diminuição (às vezes aumento) de apetite, insônia (às vezes aumento de sono), falta de desejo sexual, falta de energia até para coisas simples tipo banho, televisão ou ler um jornal. Uma diminuição geral do nível de energia da pessoa.
  • Nem sempre a depressão significa tristeza, o sintoma principal é a queda de energia.
  • Pensamentos pessimistas e repetitivos não saem da cabeça. Perda de interesse por pessoas e atividades que gostava. Parece que não consegue se concentrar numa leitura ou guardar na memória o que leu.
  • Perda de memória e de capacidade de concentração.
  • Ataques de ansiedade com sudorese, palpitações e tremor, verdadeiros ataques de pânico.
  • Pensamentos Obsessivos: a pessoa sabe que eles não fazem sentido mas não consegue tirá-los da cabeça. Por exemplo: conferir portas e janelas, achar que poderia fazer mal a si mesmo ou a outras pessoas, etc. Esses pensamentos podem fazer parte da Depressão e não quer dizer que a pessoa também sofra de TOC.
  • Problemas que antes eram resolvidos com facilidade se tornam tarefas pesadas e difíceis. Coisas que antes eram agradáveis se tornam sem graça.
  • Alguns casos de Depressão têm dores de cabeça ou no corpo.
  • Prisão de ventre, boca amarga, pele envelhecida, olheiras, cabelos fracos e sem brilho, unhas quebradiças.
  • Pensamentos de "dormir e não acordar mais". Algumas pessoas se sentem como se estivessem separadas do mundo por uma redoma de vidro.
  • Outras não conseguem nem sentir alegria nem tristeza ("sensação da falta de sensações").
  • A pessoa pode ter "idéias fixas", por exemplo:
    • Acha a situação financeira ruim e sem perspectiva.
    • Se sente culpado por coisas que fez e que não fez. O passado volta carregado de culpa e arrependimento, de coisas que fora da Depressão a pessoa nem se lembra que existiram.
    • Acredita estar passando por uma doença incurável.
  • As pessoas mais velhas podem apresentar um quadro clínico onde a falta de memória parece ser o sintoma mais importante.
  • Alguns pacientes pioram da Depressão quando o tempo está nublado: Depressão Sazonal
Entao meninas...Depressão é SIM DOENÇA e nao é frescura.....
Devemos sempre estar atentos aos sintomas e procurar logo um tratamento....

Bjos a todas prometo nao sumir mais


2 comentários:

Lú :O) on 6 de janeiro de 2010 12:18 disse...

Oi linda,
Eu tbém faço tratamento com antidepressivos há 7 anos e sei como é difícil e ruim o q vc está sentindo!Infelizmente existem muitas pessoas q ainda acham q é frescura!Procure seu médico e tente não ter uma recaída, estarei torcendo por vc!!!!
bjs :O)

Patty ;D on 7 de janeiro de 2010 10:55 disse...

Olá bom eu nunca tive um depressão diagnotiscada mais ja senti alguns efeitos dela
bom não deve ser fácil não é mais calma tudo passa não é boa sorte pra você se isso acontecer e desabafe aqui no blog para nós ajudarmos ;)
FORÇA E MUITA PAZ INTERIOR
www.paradefrescuraeescreve.blogspot.com
me segue lá ;)
bjs

Postar um comentário

E vocês meninas o que acham? Comentem!